Clique no logo abaixo

para voltar ao índice



Curso de Violão

Lição 2


 

 


Para ver a Lição nº 1 clique aqui

 

 


Prof. Giácomo Bartoloni"
 

Este trabalho contém informações básicas para o estudo do violão de uma maneira resumida e clara.

Leia com atenção todos os textos e tire suas dúvidas no decorrer das aulas, mas não se esqueça do principal: Tocar! Somente praticando em seu instrumento é que você irá compreender toda a teoria apresentada e poderá usá-la na sua totalidade.



Giácomo Bartoloni & Cláudio Sant'Ana


Noções iniciais sobre acordes


O Acorde é o conjunto de três ou mais sons, que sobrepostos ou tocados simultaneamente produzem uma certa harmonia.
A formação destes é bastante complexa, motivo pelo qual a construção dos acordes será explicada nas próximas aulas.
Por hora basta saber que estes acordes se apresentam conforme as seguintes denominações:

a) ACORDES CONSONANTES: Representam a série de acordes que ao serem tocados transmitem uma sensação repousante e harmoniosa. Geralmente são as "posições" mais fáceis de serem tocadas Portanto, nesta fase do curso, vamos usar principalmente estes acordes.

b) ACORDES DISSONANTES: Ao contrário dos anteriores, estes transmitem uma sensação mais tensa, mais chocante (dando a impressão de pouco harmoniosa).
Estes acordes são utilizados principalmente na execução da "Bossa Nova" e do "Jazz". Muitas vezes, quando estes acordes são tocados separadamente, transmitem uma sensação de "erro", porém, no contexto geral da música tornam-se agradáveis.


Algo sobre a notação dos acordes

Tendo em vista a necessidade de adoção de uma escrita fácil e compreensiva para o acorde, procurou-se simbolizá-lo a partir do desenho do braço do violão. Dessa forma, conforme apresentado na figura ao lado, pode-se indicar o posicionamento dos dedos da mão esquerda, bem como a "casa" do braço do violão a ser utilizada.

BRAÇO ESQUEMÁTICO DO VIOLÃO

Formação dos acordes


As figuras a seguir, representam a grafia dos acordes de La maior e Mi maior (representadas pelas letras maiúsculas A e E, respectivamente).

Note que para formar os acordes devemos pressionar as cordas da maneira apresentada no modelo do braço do violão, seguindo-se a ordem dos dedos indicada no desenho anterior.
Consulte a numeração dos dedos correspondentes, e pratique várias vezes a mudança de uma posição para outra. Por hora, não se importe muito com a mão direita. Pratique as mudanças de acordes várias vezes.

Com relação à mão direita, exercite da seguinte maneira:
1) Desça o polegar da 6ª até mais ou menos a 4ª corda e suba o dedo indicador no sentido inverso, ou seja, da 1ª corda até mais ou menos a 3ª corda, conforme as setas abaixo representadas:



2) Faça isso duas vezes (contadas a partir do polegar) em cada posição.
Não pare a mão direita durante a mudança de posição e pratique bem lento.
Número dos dedos da mão esquerda

Dedo n° I = Indicador
Dedo n° 2 = Médio
Dedo n° 3 = Anular
Dedo n° 4 = Mínimo.

Obs. : O dedo polegar da mão esquerda será utilizado somente como apoio da parte de traz do braço do violão.
CUIDADO: Para um bom posicionarnento do polegar, este deve ficar aproximadamente paralelo ao dedo médio
.

Observações:
1) Pode-se deixar o 1° dedo da 3ª corda para ambas as posições.
Com isso, os únicos que se deslocam, serão os dedos 2 e 3.
2) A palma da mão esquerda não deverá encostar de modo a1gum no violão.
Para que isso não ocorra, coloque o polegar esquerdo na posição central do braço.

A primeira música...

Com os acordes agora dominados, podemos tocar várias músicas, como por exemplo a simples cantiga:
Observações:
I ) A mudança de posições é feita geralmente nas silabas tônicas das palavras.
2) Toda troca de posições é realizada quando se inicia a execução com o polegar da mão direita.

Portanto, para uma boa execução deverá sempre acontecer três coisas ao mesmo tempo: troca de posição, cantar a sílaba tônica e tocar o polegar.



 

Continua no próximo número



Para ver a Lição nº 1 clique aqui


Agenda - Anedotário - Anuncie no Correio Musical - Banco de músicas - Cadastre-se - Classificados
Compositores e arranjadores - Edições anteriores - Editorial -
-Galeria fotográfica - Interpretes A -Z -
Loja Musical - Megafone - Músicos A - Z - Notícias - Quem somos... - Sala de estudo